CM+ | simples e completo //

Search Results for: andy samberg

image As comédias no cinema: um território masculino

Maiores apostas da indústria cinematográfica são filmes com duplas formadas majoritariamente por homens

image Confira os ganhadores do Emmy Awards 2015

Este ano, em meio a piadas sobre Donald Trump, premiações repetidas e atuações duvidosas, Andy Samberg fez um ótimo papel de host do 67° Emmy Awards. O prêmio é considerado o mais importante para o meio do entretenimento televisivo (Emmy’s está para televisão norte americana como o Oscar está para o cinema), por isso é ansiosamente aguardado pelos escritores, produtores, diretores e atores de séries.

Uma das aparições no evento foi o ator Tracy Morgan. O ator ficou em estado gravíssimo após, no ano passado, sofrer um acidente onde um caminhão colidiu com o carro em que ele estava. Alguns presentes estavam claramente emocionados ao verem Morgan andando, falando e até mesmo fazendo piadas com a sua situação.

Vamos a lista de ganhadores:

Categoria: Séries de Comédia.

Melhor atriz coadjuvante: Allison Janey (Mom).

Melhor escritor: Simon Blackwell, Armando Iannucci e Tony Roche (Veep).

Melhor ator coadjuvante: Tony Hale (Veep).

Melhor diretor: Jill Soloway (Transparent). – A diretora fez uma bela homenagem a  comunidade transsexual, lembrando que a série “Transparent” conta a história de Mort (Jeffrey Tambor), uma transsexual recém descoberta pela família.

Melhor ator principal: Jeffrey Tambor (Transparent) – Dedicou e homenageou o prêmio à comunidade trans, agradecendo-os pelo esforço, coragem e força.

 

Melhor atriz principal: Julia Louis-Dreyfus (Veep).

Melhor série de comédia: “Veep”.

 

Categoria: Reality Television

Melhor relity de competição:  “The Voice”.

 

Categoria: Mini séries ou especiais

Melhor escritor: Jane Anderson (Olive Kitteridge).

Melhor atriz coadjuvante: Regina King (American Crime).

Melhor diretor: Lisa Cholodenko (Olive Kitteridge).

Melhor ator coadjuvante: Bill Murray (Olive Kitteridge) – Não estava presente.

Melhor atriz protagonista: Frances McDormand (Olive Kitteridge).

Melhor ator protagonista: Richard Jenkins (Olive Kitteridge).

Melhor mini série ou especial: “Olive Kitteridge”.

 

Categoria: Programas de variedade

Melhor escritor: O time de “The Daily Show with John Stewart”.

Melhor sketch de variedade: “Inside Amy Schumer”.

Melhor diretor: Chuck O’Neil (The Daily Show with John Stewart).

Melhor Talk Show de variedade: “The Daily Show with John Stewart”.

 

Categoria: Drama

Melhor escritor: David Benihoff, B.D. Weiss (“Mother’s Mercy”, Game of Thrones).

 

Melhor atriz coadjuvante: Uzo Aduba (Orange is the New Black).

Melhor diretor: David Nutter (“Mother’s Mercy”, Game of Thrones).

Melhor ator coadjuvante: Peter Dinklage (Game of Thrones).

Melhor ator protagonista: Jon Hamm (Mad Man).

Melhor atriz protagonista: Viola Davis (How to Get Away with Murder) – Fez um excelente discurso sobre a igualdade de etnias e gênero. Homenageou todas as mulheres negras da indústria do entretenimento que abriram as portas para que outras mulheres negras pudessem chegar até onde chegaram.

Melhore série de drama: “Game of Thrones”.