A grande aposta

moviesthebigshortcast

 

Um filme sobre o colapso da economia norte americana em 2008 deve ser um saco, certo? Errado.

Baseando-se no livro ”A jogada do século”, de Michael Lewis, o filme acompanha um grupo de analistas econômicos que previu que nem tudo ia tão bem assim na economia dos Estados Unidos. Em 2008 bolha imobiliária estourou, fazendo com que milhões de pessoas perdessem seus empregos, suas casas, suas vidas – mas isso não aconteceu de uma hora para a outra. E foi exatamente esse grupo que viu o que ninguém foi capaz de enxergar.

O executivo Michael Burry (Christian Bale), fã de heavy metal, cheio de tiques e com problemas para se relacionar com seus funcionários, analisa números e descobre que nem tudo ia tão bem assim na economia. Ele começa a fazer diversos investimentos e o tal ato chega aos ouvidos de Jared Vannett (Ryan Gosling) de forma totalmente aleatória. Jared, então, convence o nervoso  Mark Baum (Steve Carell) e alguns de seus analistas a entrarem nesse mercado com ele, e também fazem investimentos. 

Ao mesmo tempo, os jovens Charlie (John Magaro) e Jamie (o lindo Finn Wittrock) pedem ajuda ao veterano Ben (Brad Pitt) para também entrar no mercado de investimentos. Junto, esses homens iriam assistir ao fracasso de uma nação.
O diretor Adam McKay conseguiu juntar elenco masculino afiado, uma direção competente e um roteiro que não deixa a bola cair em nenhum momento. Pitt e Carell estão fantásticos em seus papéis, e a sintonia entre os atores é grande – embora Gosling, mais conhecido por seu porte físico do que por seu talento como ator, seja o elo fraco do grupo.
”A grande aposta”, mesmo sendo um filme difícil em alguns momentos, supera expectativas e tem tudo para encantar o espectador.

Cotação: Muito bom

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, trabalha com redes sociais e produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image