Emmanuel Macron: nos bastidores da vitória

Foto: Andres Valle

Acusado de trair a esposa com um homem; casado com uma mulher 24 anos mais velha; formado em filosofia; membro do Partido Socialista: esse é Emmanuel Macron, eleito em 2017 presidente da França com apenas 39 anos, o mais jovem da história do país.

No documentário ”Emmanuel Macron: nos bastidores da vitória”, ele só mostra, o que quer, claro. Todo documentário é um recorte da vida ou da história do objeto mostrado, e nesse filme, não poderia ser diferente. Estão lá os momentos com os membros de sua equipe, as picuinhas da oposição, o relacionamento com a esposa e as diversas entrevistas ao longo dos mais de 200 dias de campanha.

Acompanhamos de perto a vida do candidato antes e durante sua campanha de forma algumas vezes clara e algumas vezes enfadonha. Embora em filmado, o documentário foca demais na faceta ”bom moço” de Macron – por vezes, chega a irritar. Em nenhum momento ele demonstra cansaço. Está sempre sorrindo, alinhado, de olho no celular. O filme perde muito tempo tentando provar que Macron é o homem certo no lugar certo, mas falha miseravelmente ao esnobar a esperteza do espectador. Uma pena.

 

Cotação: Regular