Executivo da HBO defende sexo e violência em ‘Game of Thrones’

game-of-thrones-28657-1680x1050

 

O presidente de programação da HBO, Michael Lombardo, defende a inclusão de cenas gráficas de sexo e violência em “Game of thrones”, segundo o site do “Guardian”. Durante o Edinburgh International Television Festival, Lombardo disse que a TV paga tem mais liberdade do que os canais abertos, mas que “essa liberdade seja usada com responsabilidade”. Ele também afirmou que os roteiristas Dan Weiss e David Benioff são fiéis aos livros de George R.R. Martin.

“É um serviço para adultos. Nossos assinantes pagam uma taxa para programas sem censura”, disse o presidente da HBO. “Enquanto eu sentir que violência não é a razão pela qual as pessoas estão assistindo ao seriado, que não é um programa que tenta atrair espectadores com sexo e violência, eu não vou bancar o policial”. 

Lombardo também contou que nunca pediu para que os roteiristas suavizassem nas cenas de conteúdo sexual e que elas não são gratuitas. “Não queremos ser um censor que inibe o autêntico processo criativo orgânico pelo policiamento de quantos seios devem aparecer em uma série”.

O sangrento final da quarta temporada da série “Game of thrones” teve uma audiência de 7,1 milhões de telespectadores nos EUA, superando as 5,4 milhões do último episódio da temporada passada.
O episódio “The children”, transmitido domingo, acabou com muitos dos seus personagens principais tomando decisões importantes que marcarão o seu caminho para a próxima temporada, enquanto outros morreram.

A HBO disse que o programa teve uma audiência que somou 9,3 milhões de telespectadores considerando transmissões ao vivo e repetições.

O programa superou “Família Soprano” para se tornar o seriado mais popular da história da HBO. O capítulo de estreia da quarta temporada foi visto por 6,6 milhões de telespectadores.”Game of thrones” é uma série medieval baseada nos livros do escritor George R.R. Martin sobre famílias de ficção que lutam pelo controle de uma terra mítica, Westeros.

 

via

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, trabalha com redes sociais e produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image