Festival do Rio: ”How to Talk to Girls at Parties”

Com uma estética interessante e um roteiro curioso, ”How to Talk to Girls at Parties” não é um filme para qualquer um. A trama, que se passa na Inglaterra dos anos 70, inclui músicas punk, desejo de liberdade, romance e… alienígenas.

Enn (o novato Alex Sharp, do drama ”O mínimo para viver”) é um adolescente em busca de novas experiências. Vivendo na Inglaterra e influenciado pelo movimento punk, ele e seus amigos Victor (Abraham Lewis) e John (Ethan Lawrence) só querem curtir e tentar arranjar encontros com algumas garotas. Um dia, os três vão parar numa estranha festa, onde Enn conhece a jovem Zan (Elle Fanning, de ”Malévola”, ”Demônio de Neon” e ”O estranho que nós amamos”), uma alien que quer ser livre e conhecer o mundo.

O roteiro é baseado no quadrinho de mesmo nome escrito pelo ótimo Neil Gaiman (”Deuses americanos”  e ”Sandman”). O filme une um romance adolescente a algumas cenas grotescas, que dão o tom diferentão da história, que não deve agradar a muitos. Algumas cenas não fazem sentido e em nada acrescentam, o que é uma pena. Alguns personagens poderiam ser melhor explorados.
A direção é do texano 
John Cameron Mitchell (”Shortbus”) e o longa tem também Nicole Kidman como a punk Boadicea.

 

Cotação: Regular

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image
  • Image