Paris-Manhattan

Alice (Alice Taglioni) é uma farmacêutica de 30 e poucos anos. Ela mora em Paris e ainda está solteira, para desespero de sua família judia. Seus pais e irmã já tem uma tática certeira: sempre que estão em uma festa, perguntam aos anfitriões se existe algum homem solteiro no lugar que possa ser apresentado a Alice.
No meio dessa confusão, Alice tem um amigo que a entende completamente: Woody Allen, por quem é apaixonada desde a adolescência. Todas as noites ela conversa com o pôster do diretor que fica em seu quarto, e ele a responde.

Um dia Alice conhece Victor (Patrick Bruel), que trabalha com dispositivos de segurança para lojas e casas.
O pai de Alice contrata Victor para fazer um serviço na farmácia de Alice, e assim os dois viram amigos. Victor é o extremo oposto de Alice, nunca viu um filme de Woody Allen, porém esse pequeno detalhe vai fazer com que os dois fiquem cada vez mais próximos…

Seguindo uma linha interessante, esse charmoso filme francês não é cansativo ou previsível. Com trilha sonora inspirada e direção de fotografia precisa, o longa tem uma trama leve e o casal principal tem bastante química. O longa foi dirigido e escrito por Sophie Lellouche –  esse é o primeiro longa metragem da francesa. 

 

Cotação: Muito bom

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV. Também colabora com o blog de design e inspirações CuteDrop.

  • Image
  • Image