Sam Taylor-Johnson não vai dirigir sequência de 50 Tons de Cinza

sam-taylor-johnson

A diretora do filme “Cinquenta Tons de Cinza”, Sam Taylor-Johnson, não vai mais dirigir os filmes “Cinquenta Tons Mais Escuros” e “Cinquenta Tons de Liberdade”.

“Embora não retorne para dirigir as sequências, desejo nada além de sucesso para quem assumir os excitantes desafios dos filmes dois e três”, escreveu, em comunicado.

“Dirigir ‘Cinquenta Tons de Cinza’ foi uma jornada intensa e incrível, pela qual estou muito grata. Tenho de agradecer à Universal por isso. Criei relacionamentos próximos e duradouros com o elenco, os produtores, a equipe e, principalmente, com Dakota e Jamie.”

A notícia de que Taylor-Johnson não voltará para o segundo filme é revelada depois de vários relatos de conflitos entre ela e a autora do livro que deu origem ao filme, E.L. James.

O próximo longa da franquia também terá de encontrar um novo roteirista, já que Kelly Marcel não estará de volta. Segundo a revista “Variety”, a própria James quer assumir a tarefa de adaptar seu texto para a telona.

Dakota e Jamie devem estar de volta para o segundo filme, que tem previsão de começar a ser filmado no ano que vem. A data de estreia não foi definida.

Influenciador digital, consultor de Cinema, TV e Web, crítico de cinema, editor de vídeos e revisor de textos.

  • Image
  • Image
  • Image
  • Image