Sete minutos depois da meia noite

Conor (Lewis MacDougall) tem 11 anos e sua vida vai mal: sua mãe está muito doente, seu pai tem uma nova família e mora nos Estados Unidos e ele sofre bullying na escola. Quando as coisas não poderiam ficar piores, sua avó (Sigourney Weaver, da franquia ”Alien”) diz que ele terá que se mudar para morar com ela.

Sofrendo e sem ter com quem conversar, o menino um dia recebe uma visita inesperada: um monstro (voz de Liam Neeson), que se ergue de uma antiga árvore num cemitério perto de sua casa, aparece e diz que irá contar a ele três histórias durante três noites. Depois, ele irá contar ao monstro uma história, e ela será sobre seu maior desejo. Todos os dias, depois da meia noite, o monstro aparece e conta a Conor fábulas onde nem tudo é o que parece.

Unindo drama e fantasia, ”Sete minutos depois da meia noite” é um filme indie baseado no livro de mesmo nome escrito por Patrick Ness. A trama encanta por ser séria e não tratar o protagonista como bobo – e muito menos por escolher caminhos óbvios de roteiro, para alegria do espectador. Também fazem parte da trama Felicity Jones (”Rogue One” ) e Toby Kebbell (”Ben Hur”).
A direção ficou por conta do espanhol J.A. Bayona (”O Impossível”).

 

Cotação: Muito bom

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, trabalha com redes sociais e produz conteúdo para web desde 2012.
Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ”Coluna Clichê” sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image

Leave a comment