CM+ | simples e completo //

Tag Archives: review de filme

image Piratas do Caribe: A vingança de Salazar

Jack Sparrow está de volta para uma nova aventura 😉

image Café Society

Woody Allen está de volta! Leia nosso texto.

image Magic Mike XXL

Magic Mike XXL cumpre mais do que o esperado e é superior ao primeiro filme. Apenas largue o preconceito e vá assistir. É garantia de uma boa diversão.

image Une Rencontre

”Une Rencontre” conta a história de um amor quântico; saiba mais

image A Entrevista

Longa é um dos melhores golpes de marketing dos últimos tempos.

image A arte da conquista

George (Fredde Highmore, de ”Bates Motel”) é um jovem solitário e depressivo, mas sua vida está prestes a mudar.

A culpa é das estrelas

a_culpa

Baseado no livro de sucesso de John Green, o longa ”A Culpa é das Estrelas” chega aos cinemas brasileiros para derreter corações.

Na trama, que é bem triste e melosa, conhecemos a vida de Hazel Grace Lancaster (Shailene Woodley), uma adolescente de 16 anos que é vítima de um câncer raro. Ela é incentivada por sua mãe a frequentar um grupo de apoio para jovens que foram vítimas de diversas doenças. Lá, ela conhece Augustus ”Gus” (Ansel Elgort), o espirituoso amigo de Isaac (Nat Wolff). Augustus está curado de seu câncer e participa do grupo para ajudar Isaac, que está perdendo a visão.

Logo no primeiro dia Hazel e Augustus se dão bem. Ela é uma filha dedicada e leitora voraz; ele é um amante dos esportes e de filmes de zumbis. Augustus, com seu jeito leve de encarar a vida, vai se tornando um bom amigo para Hazel. Eles se divertem, falam sobre seus problemas, assistem filmes e falam sobre seus livros preferidos. A menina, que se define como uma ”granada” e sempre viveu com medo da morte, descobre que amar pode não ser tão perigoso.

Juntos eles viajam para conhecer Peter Van Houten (Willem Dafoe), autor do livro preferido de Hazel e que depois se torna um dos preferidos de Augustus também. A viagem, que deveria ser perfeita, se torna uma grande decepção para os dois,e também é marcada pela revelação de um segredo de Augustus, que irá abalar a vida do jovem casal.
Se valendo de muitas lágrimas e usando como temas a morte, o amor e a superação, o filme é lindo é delicado.
Feito sob medida para as fãs adolescentes mais apaixonadas, o longa foi dirigido por Josh Boone (do fofinho ”Ligados pelo amor”). Destaque para Ansel Elgort, apenas 20 anos, encantador como Gus. O ator brilha em cena e é tido como um dos galãs da nova geração.

 

Cotação: Bom

Frozen

frozen_ver8_xlg-716x1024

 

A nova aventura musical da Disney conta com elementos conhecidos do público: personagens cativantes, músicas fofas e uma trama simples e bem elaborada.

A jovem princesa Anna perdeu seus pais e não pode contar com a ajuda da irmã mais velha, Elsa.
Elsa guarda um grande segredo, que pode colocar a vida de todos em seu pequeno condado em perigo. No dia da coroação de Elsa, que irá se tornar rainha,  as coisas começam a sair do controle.
Ela precisa fugir e se afastar de todos – mas isso não será fácil, pois Anna fará de tudo para reverter a situação.
Com a ajuda do bronco Kristoff, do boneco de neve encantado Olaf e da rena Swen, a jovem irá percorrer grandes distâncias e enfrentar tempestades de neve pra salvar a única família que lhe resta.

Entre músicas, romance e belas paisagens congeladas, ‘Frozen – Uma aventura congelante’ mostra o que a Disney faz de melhor: filmes completos e divertidos para toda a família.
O filme foi baseado no livro ”The Snow Queen”, de Hans Christian Andersen.

 

Cotação: Muito bom

Ideal para: pais com filhos pequenos; pessoas que gostam de filmes de animação

Os Croods

croods

A colunista assistiu o filme a convite da distribuidora.

Chris Sanders acertou de novo.
O diretor dos mega sucessos ‘Como Treinar seu Dragão’ e Lilo e Stitch’ fez de ‘Os Croods’, novo filme da DreamWorks, uma obra prima da animação.
Concebido primeiramente como um filme em stop motion com personagens de massinha, ‘Os Croods’ é um filme sobre família e união.

A família pré-histórica Crood é comandada pelo patriarca Grug (voz original de Nicolas Cage).
Na caverna, junto com ele, vivem sua esposa Ugga (Catherine Keener), seus filhos Eep (Emma Stone), Thunk (Clark Duke) e Sandy (Randy Thom) e a mãe de Ugga, Vó (Cloria Leachman).
O lema de Grug é ‘não tente nada novo’.

Eles caçam, trabalham em equipe e enfrentam os perigos do ‘lado de fora’ (como é chamado o local que não é a caverna) para conseguirem sobreviver.
Tudo parece bem, mas a adolescente Eep está cansada dessa vida pacata.
Ela gosta de ver o sol e de explorar lugares que não conhece. Ela quer viver.

Uma noite, Eep sai da caverna escondida para seguir uma luz.
Após chegar no ponto mais alto dos rochedos, ela dá de cara com um tronco pegando fogo, e fica encantada com a cena.
Eis que surge o esperto Guy (voz de Ryan Reynolds, de ‘Lanterna Verde’), um forasteiro que se veste com pele de javali e carrega um estranho animal chamado Braço, que serve como cinto para segurar suas calças e também como companheiro de viagem. Braço é responsável por vários momentos engraçados do filme.

Uma explosão acontece e a família Crood se vê diante de um mundo novo, nunca antes visto.
É nesse mundo novo, colorido, com animais diferentes e ainda mais perigos que a família precisa esquecer as diferenças e se unir, para conseguirem sobreviver e para isso contam com a ajuda de Guy, que apresenta a eles coisas interessantes como sapatos, guarda chuvas, armadilhas e piadas.
A família se apega ao novato, para desespero de Grug.

‘Os Croods’ não é somente para o público infantil, por se tratar de uma animação.
É para a família toda, pois conta com ensinamentos que nunca podem ser esquecidos, como o amor e a lealdade.
Destaque para a balada fofa ‘Shine your Way’, da banda Owl City com a cantora Yuna.

Cotação: Muito bom

 

Oz – Mágico e Poderoso

oz-magicoepoderoso

 

O novo filme da Disney, ‘Oz – Mágico e Poderoso’ é visualmente impressionante.
As primeiras cenas, em preto e branco, são incríveis e capazes de transportar o espectador ao Kansas de 1905.

Na trama, Oscar Diggs (James Franco), um mágico farsante, tenta fugir de uma briga roubando um balão no circo em que trabalha, e acaba indo parar de no meio de um furacão que está se formando.

Após alguns minutos de desespero, ele chega a um local diferente e muito colorido, e dá de cara com a bela Theodora (Mila Kunis).
A jovem fica encantada com o visitante, e diz que pretende apresentá-lo a sua irmã Evanora (Rachel Weisz, mais linda do que nunca).
As duas irmãs acreditam que a profecia está se cumprindo e que Oz é o mágico pelo qual todos estavam esperando.

Oz fica feliz com a possibilidade de ter uma vida de luxo e riqueza no local, porém, as coisas ficam um pouco mais complicadas.
Ele conhece a outra bruxa do local, Glinda (Michelle Williams), e precisa descobrir qual das três está mentindo e assim, lutar contra a maldade para salvar a terra de Oz e a si mesmo.

Ele conta com a ajuda do engraçado Finley, um macaco alado, e de uma linda boneca de porcelana.
Seus ajudantes inusitados são responsáveis por alguns bons diálogos e James Franco convence na pele de um farsante de caráter duvidoso.
Infelizmente, não é o melhor trabalho do diretor Sam Raimi (trilogia original de ‘Homem Aranha’)

Os efeitos especiais de ‘Oz – Mágico e Poderoso’ são encantadores e fascinam até adultos, sendo o ponto alto do filme.

Cotação: Regular