Thor – O Mundo Sombrio

thor-o-mundo-sombrio-2_thumb

 

A história começa com uma narrativa do passado que mostra Bor, avô de Thor, enfrentando um exército do mal liderado pelo temível Malekith (Christopher Eccleston).
Durante um fenômeno cósmico onde os Nove Reinos ficariam alinhados, o vilão pretendia absorver uma força da natureza conhecida como Éter e, com ele, trazer a escuridão ao universo.
Bor consegue derrotar os Elfos Negros e para garantir a paz nos Nove Reinos, o pai de Odin esconde o Éter em um local secreto.

De volta ao presente, chegamos a Asgard, onde Loki, o vilão, está preso. Ele está sendo levado à presença de Odin para ser julgado pelos seus crimes contra os Nove Reinos. Loki é condenado a passar a eternidade preso em uma cela. 

Enquanto isso, Thor (Chris Hemsworth) e seus amigos  travam diversas batalhas nos mundos dos Nove Reinos para trazer a paz, perdida depois das consequências dos atos de Loki. Em Londres, Jane Foster (Natalie Portman) tenta levar uma vida normal desde a invasão a Nova Iorque – ela está frustrada por que Thor esteve perto dela mas não a procurou mais.
O professor Selvig (Stellan Skarsgård), que apareceu no primeiro filme da franquia, enlouqueceu e foi preso.

De repente, estranhos fenômenos físicos começam a surgir, como gravidade anulando o peso de veículos e estranhos micro-portais por onde objetos desaparecem. Acidentalmente, Jane termina atravessando um desses portais e encontra o que não devia.
Malekith desperta de seu sono retoma o seu plano de trazer a escuridão e assim, poder se vingar dos asgardianos.
Para deter o vilão e salvar a Terra, Thor precisará da ajuda do traiçoeiro Loki.

 Asgard é apresentada com toda sua imponência e uma riqueza de detalhes que impressiona. Além disso, há um equilíbrio entre os eventos passados na Terra e em Asgard e todos tem sua importância.
O filme é interessante, diverte e conta com boas sacadas. Tom Hiddleston impressiona mais uma vez como Loki.
A fotografia ficou por conta de Kramer Morgenthau, que  já trabalhou nas séries ‘Game of Thrones’ e ‘Boardwalk Empire’. Os figurinos foram elaborados pela ótima Wendy Partridge (‘Hellboy’, ‘Anjos da Noite’). 
A direção do ganhador do Emmy Alan Taylor, que trabalhou nas séries ‘Sex and the City’ e ‘Família Soprano’, é boa.
Cotação: Muito bom

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, trabalha com redes sociais e produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image