Greta Gerwig teve medo de ‘Barbie’ pôr fim em sua carreira: ‘Era empolgante porque era assustador’

A diretora de “Barbie”, Greta Gerwig (”Adoráveis Mulheres”) revelou que teve um pequeno receio ao assumir o roteiro e a direção do longa inspirado na boneca mais famosa do mundo. A norte-americana concedeu uma entrevista ao podcast “At Your Service”, de Dua Lipa, e disse que chegou a pensar que o filme poderia representar o fim da sua carreira. 

Mas, como a vida é feita de desafios, Greta transformou o medo em incentivo e se mexeu para desenvolver um dos filmes que mais vem sendo comentado antes mesmo da estreia do trailer. “Era algo empolgante porque era assustador. Parecia uma vertigem quando comecei a escrevê-lo. ‘Por onde começo e qual seria a história?’ Acho que esse sentimento que tive me mostrou que seria um terror realmente interessante”, explicou.

“Geralmente, é aí onde estão as melhores coisas. É quando você pensa: ‘Estou aterrorizado com isso’, ou ‘isso poderia acabar com a minha carreira’, mas depois você fica, tipo,’eu provavelmente deveria fazer isso’”.

Além da direção, a cineasta indicada ao Oscar assina o roteiro de “Barbie” ao lado de Noah Baumbach, que é seu marido. O filme tem previsão de estreia para 21 de julho de 2023 e contará com um elenco de ouro estrelado por Margot Robbie, Ryan Gosling, Kate McKinnon, Alexandra Shipp, America Ferrera, Simu Liu, Hari Nef, Will Ferrell, Ncuti Gatwa, Connor Swindells e Ritu Arya. 

Leia Mais
Henry Cavill confessa que odeia gravar cenas de sexo