Vingança a sangue frio

Nels Coxman (Liam Neeson) é um homem de família que leva uma vida pacata. Ele trabalha como motorista em um removedor de neve, limpando as estradas da cidade onde vive, e vê seu mundo virar de cabeça para baixo quando seu único filho é morto sem maiores explicações.

Nels começa a investigar e descobre que o filho foi morto por poderoso traficante, Viking (Tom Bateman, da série ”Mozart in the Jungle”), que usava o aeroporto onde ele trabalhava como local de transporte das drogas. Impulsionado pelo desejo de vingança, o motorista, inspirado por um livro que leu, começa a eliminar cada um dos capangas com requintes de crueldade – e em alguns momentos, até com humor. Ao mesmo tempo, uma jovem policial, Kim Dash (Emmy Rossum) está na cola de Viking para derrubar o cartel.
 
O filme não é linear e a trama de vingança e sangue já é grande conhecida do irlandês Neeson, que nos últimos anos se tornou especialista em filmes de ação como ”O Passageiro”, ”Caçada Mortal” e a franquia ”Busca Implacável”. O ator está bem em cena, mas temos a impressão de que estamos vendo mais do mesmo, por conta dos papéis muito parecidos. O traficante Viking é sádico, está sempre no limite e é sem dúvida Tom Bateman o melhor ator do filme. Suas cenas com Neeson são excelentes e ele é um ator a ser observado de perto.
 
 
Cotação: Regular

Leia Mais
Crítica: #blackAF [1ª temporada]