CM+ | simples e completo //

Tag Archives: matt damon

image A grande muralha

Filme tem direção de Zhang Yimou (”O clã das adagas voadoras”)

image Atriz de ”A Grande Muralha” critica Matt Damon

7728

 

Uma nova polêmica está rolando no mercado cinematográfico, tudo por conta da escalação de Matt Damon (“Jason Bourne”) no filme “A Grande Muralha”. Rodado na China, com diretor, equipe técnica, financiamento, coadjuvantes e figurantes chineses, o filme está sendo acusado de ser mais uma iniciativa de Hollywood para “embranquecer” o cinema mundial.

Tudo começou após o trailer ter sido divulgado.

A atriz Constance Wu criticou a escolha de Damon como protagonista do épico chinês. Nossos heróis não se parecem com Matt Damon. Eles se parecem com Malala. Ghandi. Mandela”, apontou a estrela da série “Fresh Off the Boat”, que nasceu nos EUA mas tem origem taiwanesa, no Twitter.

A atriz acredita que a escalação de Damon para o longa, dirigido pelo chinês Zhang Yimou (“Flores do Oriente”, “O Clã das Adagas Voadoras”), faz um desserviço a diversidade.

Só reforça a repetidamente implícita e racista noção de que pessoas brancas são superiores a pessoas de cor, e que pessoas de cor precisam ser salvas de pessoas da nossa própria cor através da força branca. Quando sempre fazem filmes como este, você está dizendo isso… querendo ou não. Mas não precisamos de salvação. Nós gostamos de nossa cor, nossa cultura, nossas forças e nossa histórias”, desabafou.

Wu faz também um pedido para Hollywood: Parem de perpetuar o mito racista de que apenas um homem branco pode salvar o mundoBilheteria não é mais desculpa para o racismo. Vocês pensam que apenas um grande astro de cinema consegue vender um filme? Isso nunca foi garantia de nada. Por que não tentam fazer melhor? Dinheiro é a desculpa mais esfarrapada da história do ser humano”, criticou.

O diretor chinês Zhang Yimou também se pronunciou sobre a polêmica, defendendo a escalação de Damon no filme.

Em muitos sentidos, ‘A Grande Muralha’ é exatamente o contrário do que estão dizendo. Pela primeira vez, um filme com raízes profundas na cultura chinesa, com um dos maiores elencos chineses já reunidos, está sendo produzido em uma escala internacional por um grande estúdio”, disse Yimou em declaração oficial. “Eu acho que isso é uma tendência que precisa ser celebrada. Nosso filme não é sobre a construção da Muralha da China, e Matt Damon não está interpretando um personagem chinês”.

Há cinco grandes heróis na nossa história, e Matt Damon é um deles – os outros quatro são todos chineses. O sacrifício e força coletivas desses heróis são o coração do nosso filme. Como diretor de mais de 20 filmes chineses e das Olimpíadas de Beijing, eu não escalaria, e nunca vou escalar um filme de forma contrária a minha visão artística por exigência dos estúdios. Eu espero que, quando todos virem o filme e estiverem armados com fatos, concordem comigo”, concluiu.

Situada no século XV, “ A Grande Muralha ” acompanha um grupo de soldados britânicos que se depara com o início das construções da Grande Muralha da China. Aos poucos, eles percebem que o objetivo não é apenas proteger a população dos mongóis, mas sim de uma ameaça muito mais sinistra.

A fantasia será lançada em 3D nos EUA e no Brasil em fevereiro de 2017.

 

via

image Vale a pena resgatar o Matt Damon mais uma vez?

Uma resenha leve sobre o filme Perdido em Marte, com Matt Damon.

image Matt Damon fala sobre ”Bourne 5”

matt-damon

 

Retornando para franquia “Bourne”Matt Damon em entrevista ao BuzzFeed, falou sobre o  que devemos esperar no roteiro do quinto filme.  Damon e Paul Greengrass escreveram o roteiro ao lado de Christopher Rouse.

“Sem entregar muito, o filme é sobre Bourne no meio de uma Europa marcada pela austeridade, em um mundo pós-Snowden. Muita coisa mudou. Hoje há muita discussão sobre espionagem, liberdades civis e a natureza da democracia”.

Como tudo se tratará do pós-Snowden, o longa será ambientado em cidades bem familiares para o ator:

“Nós começaremos na Grécia, o principio da democracia. E o filme termina em Las Vegas”, finalizou aos risos.

Ainda pouco se sabe sobre o filme, mas já foi confirmado que não veremos um crossover entre Bourne, de Damon, e Aaron Cross, interpretado por Jeremy Renner (“Os Vingadores: Era de Ultron”). O elenco contará com o retorno de Julia Stiles (“10 Coisas que Eu Odeio em Você”) como Nicky Parsons, ex-agente da CIA, e com Tommy Lee Jones (“Divida de Honra”) e Alicia Vikander (“Ex Machina”). Viggo Mortensen (da franquia“O Senhor dos Anéis”) está em negociações para interpretar o vilão.

“Bourne 5” tem previsão de estreia para 29 de julho de 2016.

image Saiu o primeiro trailer de “Perdido Em Marte” de Ridley Scott

Novo filme do diretor com Matt Damon tem estreia prevista par novembro.

Interstellar

interstellar-wide

 

”Interstellar” é um filme acima da média. Épico, grandioso, bem bolado e muito, muito intrigante, o novo trabalho de Christopher Nolan é, sem dúvida, um dos melhores filmes de 2014. 

A trama começa mostrando a vida de Cooper (Matthew McConaughey, em um de seus melhores papéis) e de sua família. Viúvo, Cooper vive com o sogro e os filhos Murphy (Mackenzie Foy) e Tom (Timothée Chalamet) num lugar não identificado numa era em que não há mais comida para todos. As colheitas não existem mais e tempestades de areia acontecem o tempo todo, deixando as pessoas com alergia e as casas totalmente sujas.

Cooper, no passado, foi engenheiro. Desesperado com o que o futuro reserva a seus filhos (Murphy tem 10 anos e Tom tem 15), o pai de família acaba aceitando um arriscado convite: ele irá para o espaço pilotando uma nave que pode ser a última esperança de salvar o planeta Terra. No espaço, ele e sua equipe (Amelia, interpretada por Anne Hathaway; Romilly, interpretado por David Gyasi e Doyle, interpretado por Wes Bentley) precisam encontrar um novo planeta que tenha condições ideais para que humanos continuem sobrevivendo e a raça não seja dizimada. Eles precisam achar um ”buraco da minhoca”, que se encontra na órbita de Saturno. A partir daí, a vida de Cooper, de sua família e de seus companheiros nunca mais será a mesma.

Com uma trama de viagem no tempo muito mais dramática do que estamos acostumados a assistir, Nolan apresenta um trabalho incrível, sincero e humano, que mostra as aflições de um pai de família, que, de uma hora para outra, precisa carregar um fardo (literalmente) gigantesco. A história instiga indagações profundas e temas complexos, que incluem a Teoria da Relatividade e noções de espaço-tempo.
Embora nos últimos 20 minutos o filme sofra uma reviravolta e fique extremamente confuso, a premissa da trama é excelente e prende o espectador, que se emociona e torce por Cooper e por sua família.

No elenco ainda estão Jessica Chastain, Casey Affleck, Michael Caine, John Lithgow, Topher Grace e Matt Damon. O roteiro foi escrito pelos irmãos Jonathan e Christopher Nolan; Hans Zimmer (”O Rei Leão”,  ”Gladiador”) foi o responsável pela trilha sonora e a fotografia ficou por conta de Hoyte van Hoytema (”Ela”, de Spike Jonze).

 

Cotação: Muito bom

Kirsten Wiig e Jessica Chastain podem estar em novo longa de Ridley Scott

jessica-chastain-118378_w1000

Segundo a Variety e o Deadline, Jessica Chastain (A Hora Mais Escura) e Kristen Wiig (A Vida Secreta de Walter Mitty) estão em negociações iniciais para integrar o elenco de The Martian, ficção científica que já conta com Matt Damon (Os Infiltrados).

A história que será dirigida por Ridley Scott (Blade Runner, o Caçador de Andróides) acompanha um astronauta que fica perdido em Marte e precisa descobrir uma maneira de sobreviver no planeta deserto e retornar à Terra. A trama foi escrita pelo roteirista Drew Goddard (Guerra Mundial Z) a partir do livro O Marciano (capa abaixo), de Andy Weir.

Produzido por Scott e Simon Kinberg (X-Men: Dias de um Futuro Esquecido), The Martian estreia nos EUA, no dia 25 de novembro de 2015, mas não tem previsão de lançamento no Brasil.

via

Ridley Scott escolhe seu próximo projeto

Matt-Damon-Ridley-Scott-The-Martian

 

Parece que Ridley Scott escolheu seu próximo projeto como diretor, e  não é ”Prometheus 2”, de acordo com Simon Kinberg, que deu entrevista a Jeff Goldberg durante um podcast (via blog The Playlist).

Em vez disso, Scott irá dirigir Matt Damon em ”The Martian”. Ele substituiu  Drew Goddard como diretor do filme sobre um astronauta que se perde em Marte e deve usar suas habilidades de sobrevivência para viver o tempo suficiente para ser resgatado. 

No entanto, se ”The Martian” for filmado em 2015 e ”Prometeus 2” continuar agendado para 2016, é pouco provável que Scott possa fazer as duas coisas…

via

Caçadores de Obras Primas

2143_765606769_n

 

George Clooney é sinônimo de boa bilheteria. Queridinho do público (e principalmente das mulheres), o ator nascido no estado do Kentucky vem se arriscando na direção desde ‘Confissões de Uma Mente Perigosa’.
Agora, em ‘Caçadores de Obras Primas’, George entrega ao público um filme de época no qual foi também ator, produtor e roteirista.

A trama se inicia em 1944, quando Stokes (George Clooney), um professor, vai em busca de diversas peças de arte que estão sendo roubadas pelos nazistas. Hitler pretendia, com os quadros e estátuas, formar o maior museu do mundo.
Stokes conta com os amigos James Granger(Matt Damon), que é curador de um museu; Campbell (Bill Murray), Garfield (John Goodman), Jean-Claude Clermont (Jean Dujardin, de ‘O Artista’), Jeffries (Hugh Bonneville) e Savitz (Bob Balaban).
No grupo também se inclui o motorista/tradutor Epstein (o lindinho Dimitri Leonidas). Eles são ajudados pela francesa Claire (Cate Blanchett).

O grupo tinha que ser rápido: enquanto os nazistas escondiam peças em minas de sal e outro lugares obscuros e partiam para o próximo roubo, Stokes e a trupe pegava os objetos de volta e faziam com que eles fosse devolvidos a seus donos, com a ajuda de uma caderneta doada por Claire.

A trama faz o espectador refletir sobre o papel da arte (e da cultura em geral) na sociedade.
O filme é uma homenagem aos heróis anônimos da Segunda Guerra Mundial, que arriscaram a vida para resgatar as obras de arte europeias da voracidade de Hitler. Hoje, essas obras estão espalhadas por diversos museus pela Europa.
A trilha sonora ficou por conta do excelente Alexandre Desplat, que trabalhou em ‘Philomena’ e ‘A hora mais escura’.
‘Caçadores de Obras Primas’ é baseado no livro de mesmo nome e escrito por Robert M. Edsel e Bret Witter, no Brasil distribuído pela editora Rocco. 

 

Cotação: Bom