25 filmes aclamados pela crítica e dirigidos por mulheres

1. “Branquinha” (2016)

Diretora: Elizabeth WoodÉ o primeiro filme de Wood e explora os privilégios de uma garota branca que mora no bairro de Queens, Nova York (EUA), em relação à cocaína, à juventude, ao sexo e às diferenças sociais. De acordo com a diretora, essas foram forças motrizes em seu próprio mundo quando ela estava na faculdade.Rotten Tomatoes: 71%

Diretora: Elizabeth Wood

É o primeiro filme de Wood e explora os privilégios de uma garota branca que mora no bairro de Queens, Nova York (EUA), em relação à cocaína, à juventude, ao sexo e às diferenças sociais. De acordo com a diretora, essas foram forças motrizes em seu próprio mundo quando ela estava na faculdade.

Rotten Tomatoes: 71%

2. “Paris está Queimando” (1991)

Diretora: Jennie LivingstonFoi o primeiro documentário de Livingston e tornou seu nome conhecido em todo o mundo. O filme apresenta a era dourada dos "drag balls" em Harlem, Nova York (EUA), com foco na perspectiva de afro-americanos e latino-americanos da comunidade LGBT. O documentário mostra o esforço dessas comunidades para se destacarem nos "drag balls" e como elas lidavam com o racismo, a homofobia e a pobreza.Rotten Tomatoes: 100%

Diretora: Jennie Livingston

Foi o primeiro documentário de Livingston e tornou seu nome conhecido em todo o mundo. O filme apresenta a era dourada dos “drag balls” em Harlem, Nova York (EUA), com foco na perspectiva de afro-americanos e latino-americanos da comunidade LGBT. O documentário mostra o esforço dessas comunidades para se destacarem nos “drag balls” e como elas lidavam com o racismo, a homofobia e a pobreza.

Rotten Tomatoes: 100%

3. “Lovesong” (2016)

Diretora: So Yong KimEstrelando Riley Keough ("Mad Max: Estrada da Fúria", "Confissões de uma Garota de Programa"), que também é conhecida por ser neta de Elvis Presley, e Jena Malone ("Donnie Darko"), o filme conta a história de duas amigas íntimas que se reencontram depois de várias experiências e algum tempo distantes. A criadora do filme, So Yong Kim, é uma cineasta coreana-americana com outros filmes que você deve conhecer, como "In Between Days" e "For Ellen".Rotten Tomatoes: 80%

Diretora: So Yong Kim

Estrelando Riley Keough (“Mad Max: Estrada da Fúria”, “Confissões de uma Garota de Programa”), que também é conhecida por ser neta de Elvis Presley, e Jena Malone (“Donnie Darko”), o filme conta a história de duas amigas íntimas que se reencontram depois de várias experiências e algum tempo distantes. A criadora do filme, So Yong Kim, é uma cineasta coreana-americana com outros filmes que você deve conhecer, como “In Between Days” e “For Ellen”.

Rotten Tomatoes: 80%

4. “O Babadook” (2014)

Diretora: Jennifer KentÉ o primeiro filme dirigido por Kent, uma cineasta australiana. Se você ainda não assistiu a esse filme, saiba que é uma história de terror tão boa que deu calafrios no diretor de "O Exorcista", William Friedkin.Rotten Tomatoes: 98%

 Diretora: Jennifer Kent

É o primeiro filme dirigido por Kent, uma cineasta australiana. Se você ainda não assistiu a esse filme, saiba que é uma história de terror tão boa que deu calafrios no diretor de “O Exorcista”, William Friedkin.

Rotten Tomatoes: 98%

5. “A 13ª Emenda” (2017)

Diretora: Ava DuVernayDuVernay está fazendo história neste momento. Em 2012, ela se tornou a primeira mulher afro-americana a vencer uma premiação como Melhor Diretora no Festival de Sundance por seu segundo filme, "Middle of Nowhere". Além disso, foi a primeira diretora negra a ser indicada ao Globo de Ouro por "Selma", filme que também foi indicado ao Oscar em 2015. Neste ano, "A 13ª Emenda" também recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Documentário. O filme investiga o sistema de Justiça dos EUA e a criminalização dos afro-americanos desde a abolição da escravatura. Rotten Tomatoes: 96%

 Diretora: Ava DuVernay

DuVernay está fazendo história neste momento. Em 2012, ela se tornou a primeira mulher afro-americana a vencer uma premiação como Melhor Diretora no Festival de Sundance por seu segundo filme, “Middle of Nowhere”. Além disso, foi a primeira diretora negra a ser indicada ao Globo de Ouro por “Selma”, filme que também foi indicado ao Oscar em 2015. Neste ano, “A 13ª Emenda” também recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Documentário.

O filme investiga o sistema de Justiça dos EUA e a criminalização dos afro-americanos desde a abolição da escravatura.

Rotten Tomatoes: 96%

6. “O Convite” (2015)

Diretora: Karyn KusamaKusama tornou-se conhecida no mundo dos filmes de terror ("Garota Infernal" e "XX") e, como se não fosse suficiente, está trabalhando em "Destroyer", seu novo filme estrelando Nicole Kidman. "O Convite" fala sobre a dor que sentimos quando perdemos um ente querido e narra os eventos perturbadores que acontecem no que parece ser um jantar normal na casa de um amigo.Rotten Tomatoes: 88%

Diretora: Karyn Kusama

Kusama tornou-se conhecida no mundo dos filmes de terror (“Garota Infernal” e “XX”) e, como se não fosse suficiente, está trabalhando em “Destroyer”, seu novo filme estrelando Nicole Kidman. “O Convite” fala sobre a dor que sentimos quando perdemos um ente querido e narra os eventos perturbadores que acontecem no que parece ser um jantar normal na casa de um amigo.

Rotten Tomatoes: 88%

7. “Advanced Style – Vovós Fashion” (2014)

Diretora: Lina PlioplytePlioplyte é uma jovem cineasta lituana que iniciou sua carreira fazendo vídeos para a revista "Nylon". Esse documentário é seu primeiro longa-metragem e explora a vida de sete estilosas nova-iorquinas entre 63 e 95 anos, todas com um senso de estilo eclético e fabuloso. O filme é baseado no blog Advanced Style, de Ari Seth Cohen.Rotten Tomatoes: 89%

Diretora: Lina Plioplyte

Plioplyte é uma jovem cineasta lituana que iniciou sua carreira fazendo vídeos para a revista “Nylon”. Esse documentário é seu primeiro longa-metragem e explora a vida de sete estilosas nova-iorquinas entre 63 e 95 anos, todas com um senso de estilo eclético e fabuloso. O filme é baseado no blog Advanced Style, de Ari Seth Cohen.

Rotten Tomatoes: 89%

8. “Minhas Mães e Meu Pai” (2010)

Diretora: Lisa CholodenkoO trabalho de Cholodenko como diretora e roteirista foi muito inspirado em sua intenção de contar histórias da comunidade LGBT. O filme conta a história de duas adolescentes que estão curiosas para conhecer o doador de esperma escolhido por suas mães.Rotten Tomatoes: 93%

Diretora: Lisa Cholodenko

O trabalho de Cholodenko como diretora e roteirista foi muito inspirado em sua intenção de contar histórias da comunidade LGBT. O filme conta a história de duas adolescentes que estão curiosas para conhecer o doador de esperma escolhido por suas mães.

Rotten Tomatoes: 93%

9. “Frida” (2002)

Diretora: Julie TaymorTaymor é uma aclamada e premiada diretora do mundo do teatro, e esse filme é um drama biográfico estrelado por Salma Hayek no papel da icônica pintora mexicana Frida Kahlo. Recentemente, Salma se abriu sobre o trauma de fazer esse filme e o abuso que sofreu nas mãos do produtor de Hollywood Harvey Weinstein. Para a diretora, o Weinstein deveria ser preso pelos crimes de que foi acusado.Rotten Tomatoes: 76%

Diretora: Julie Taymor

Taymor é uma aclamada e premiada diretora do mundo do teatro, e esse filme é um drama biográfico estrelado por Salma Hayek no papel da icônica pintora mexicana Frida Kahlo.

Recentemente, Salma se abriu sobre o trauma de fazer esse filme e o abuso que sofreu nas mãos do produtor de Hollywood Harvey Weinstein. Para a diretora, Weinstein deveria ser preso pelos crimes de que foi acusado.

Rotten Tomatoes: 76%

10. “Buster’s Mal Heart” (2017)

Diretora: Sarah Adina Smith"Buster's Mal Heart" é o segundo longa-metragem de Sarah como diretora. O filme é um mistério psicológico repleto de surrealismo e muito humor negro. Mais do que isso, o filme tem Rami Malek (de "Mr. Robot") como protagonista.Rotten Tomatoes: 71%

Diretora: Sarah Adina Smith

“Buster’s Mal Heart” é o segundo longa-metragem de Sarah como diretora. O filme é um mistério psicológico repleto de surrealismo e muito humor negro. Mais do que isso, o filme tem Rami Malek (de “Mr. Robot”) como protagonista.

Rotten Tomatoes: 71%

11. “As Sufragistas” (2015)

Diretora: Sarah GavronEsse é o segundo longa-metragem de Gavron e conta a história das mulheres que fizeram campanha pelo direito ao voto no Reino Unido. O filme é estrelado por ninguém menos do que Meryl Streep, ao lado de outras estrelas, como Helena Bonham Carter, Carey Mulligan e Anne-Marie Duff.Rotten Tomatoes: 72%

Diretora: Sarah Gavron

Esse é o segundo longa-metragem de Gavron e conta a história das mulheres que fizeram campanha pelo direito ao voto no Reino Unido. O filme é estrelado por ninguém menos do que Meryl Streep, ao lado de outras estrelas, como Helena Bonham Carter, Carey Mulligan e Anne-Marie Duff.

Rotten Tomatoes: 72%

12. “A Very Murray Christmas” (2015)

Diretora: Sofía CoppolaEmbora seja uma comédia musical ideal para a época do Natal, também é uma joia que os fãs de Bill Murray, Miley Cyrus, Chris Rock ou Michael Cera não podem perder.Rotten Tomatoes: 73%

Diretora: Sofía Coppola

Embora seja uma comédia musical ideal para a época do Natal, também é uma joia que os fãs de Bill Murray, Miley Cyrus, Chris Rock ou Michael Cera não podem perder.

Rotten Tomatoes: 73%

13. “Cemitério Maldito” (1989)

Diretora: Mary LambertLambert é uma diretora cujo nome não é apenas conhecido no cinema, mas também por ela dirigir vários clipes para artistas como Madonna ("Like a Virgin", "Material Girl", "La Isla Bonita" e "Like a Prayer"), Janet Jackson, Mick Jagger, Whitney Houston, Sting, entre outros. O filme "Cemitério Maldito" é a adaptação de um romance de Stephen King e conta a história de uma família que se muda para uma nova casa, que fica perto de um cemitério assombrado. É um verdadeiro filme de terror.Rotten Tomatoes: 48%

Diretora: Mary Lambert

Lambert é uma diretora cujo nome não é apenas conhecido no cinema, mas também por ela dirigir vários clipes para artistas como Madonna (“Like a Virgin”, “Material Girl”, “La Isla Bonita” e “Like a Prayer”), Janet Jackson, Mick Jagger, Whitney Houston, Sting, entre outros.

O filme “Cemitério Maldito” é a adaptação de um romance de Stephen King e conta a história de uma família que se muda para uma nova casa, que fica perto de um cemitério assombrado. É um verdadeiro filme de terror.

Rotten Tomatoes: 48%

14. “Encalhados” (2014)

Diretora: Lynn SheltonShelton é responsável por dramas cômicos, como "O Dia da Transa" e "A Irmã da Sua Irmã", e também por alguns episódios de conhecidas séries ("Mad Men: Inventando a Verdade", "Só Acontece Com a Mindy" e "Master of None"). "Encalhados" descreve as ansiedades da aproximação dos trinta anos, estrelando Keira Knightley, Chloë Grace Moretz e Sam Rockwell.Rotten Tomatoes: 66%

Diretora: Lynn Shelton

Shelton é responsável por dramas cômicos, como “O Dia da Transa” e “A Irmã da Sua Irmã”, e também por alguns episódios de conhecidas séries (“Mad Men: Inventando a Verdade”, “Só Acontece Com a Mindy” e “Master of None”). “Encalhados” descreve as ansiedades da aproximação dos trinta anos, estrelando Keira Knightley, Chloë Grace Moretz e Sam Rockwell.

Rotten Tomatoes: 66%

15. “Um Reino Unido” (2016)

Diretora: Amma AsanteAsante é uma diretora britânica filha de pais ganeses, além de ser amiga de infância da supermodelo Naomi Campbell. Esse filme específico é uma profunda história de amor sobre um casamento inter-racial baseado na vida real, dramatizando a vida do primeiro presidente de Botsuana, Seretse Khama, e sua relação com Ruth Williams, uma britânica.Rotten Tomatoes: 84%

Diretora: Amma Asante

Asante é uma diretora britânica filha de pais ganeses, além de ser amiga de infância da supermodelo Naomi Campbell. Esse filme específico é uma profunda história de amor sobre um casamento inter-racial baseado na vida real, dramatizando a vida do primeiro presidente de Botsuana, Seretse Khama, e sua relação com Ruth Williams, uma britânica.

Rotten Tomatoes: 84%

16. “Nosso Reino” (2017)

Diretora: Lucy CohenNesse triste documentário original da Netflix, Cohen filmou uma mãe e seus sete filhos por três dias depois do suicídio do pai, o que os deixou em um estado delicado, tanto emocionalmente quando financeiramente. Rotten Tomatoes: 100%

Diretora: Lucy Cohen

Nesse triste documentário original da Netflix, Cohen filmou uma mãe e seus sete filhos por três dias depois do suicídio do pai, o que os deixou em um estado delicado, tanto emocionalmente quando financeiramente.

Rotten Tomatoes: 100%

17. “O Relutante Fundamentalista” (2013)

Diretora: Mira NairO suspense narra a história do 11 de Setembro em uma comunidade paquistanesa nos Estados Unidos. ALÉM DISSO, conta com Riz Ahmed ("Rogue One: Uma História Star Wars") e Kate Hudson ("Quase Famosos", "Como Perder um Homem em 10 dias").Rotten Tomatoes: 54%

Diretora: Mira Nair

O suspense narra a história do 11 de Setembro em uma comunidade paquistanesa nos Estados Unidos. ALÉM DISSO, conta com Riz Ahmed (“Rogue One: Uma História Star Wars”) e Kate Hudson (“Quase Famosos”, “Como Perder um Homem em 10 dias”).

Rotten Tomatoes: 54%

18. “Deidra e Laney Assaltam um Trem” (2017)

Diretora: Sydney FreelandFreeland nasceu e cresceu na Nação Navajo, uma das maiores tribos nativas dos Estados Unidos. Em "Drunktown", seu primeiro filme, conhecemos um pouco mais sobre sua vida como mulher transexual dentro de sua comunidade. Nesse filme, seguindo as aventuras de Deidra e Laney, ela conta a história de duas adolescentes que planejam assaltar um trem quando a mãe delas vai para a cadeia. Rotten Tomatoes: 90%

Diretora: Sydney Freeland

Freeland nasceu e cresceu na Nação Navajo, uma das maiores tribos nativas dos Estados Unidos. Em “Drunktown”, seu primeiro filme, conhecemos um pouco mais sobre sua vida como mulher transexual dentro de sua comunidade. Nesse filme, seguindo as aventuras de Deidra e Laney, ela conta a história de duas adolescentes que planejam assaltar um trem quando a mãe delas vai para a cadeia.

Rotten Tomatoes: 90%

19. “Caçadores de Emoção” (1991)

Diretora: Kathryn Bigelow"Caçadores de Emoção" é um daqueles filmes que você PRECISA assistir antes de morrer. Tem como atores Keanu Reeves e Patrick Swayze e foi dirigido pela primeira e, até então, única mulher a receber um Oscar de Melhor Diretora por "Guerra ao Terror".Rotten Tomatoes: 68%

Diretora: Kathryn Bigelow

“Caçadores de Emoção” é um daqueles filmes que você PRECISA assistir antes de morrer. Tem como atores Keanu Reeves e Patrick Swayze e foi dirigido pela primeira e, até então, única mulher a receber um Oscar de Melhor Diretora por “Guerra ao Terror”.

Rotten Tomatoes: 68%

20. “As Patricinhas de Beverly Hills” (1995)

Diretora: Amy HeckerlingCher (representada por Alicia Silverstone) é uma estudante de ensino médio que mora em Beverly Hills e se torna um ícone da cultura pop. Outro filme que você deve assistir para sua formação cinematográfica.Rotten Tomatoes: 81%

Diretora: Amy Heckerling

Cher (representada por Alicia Silverstone) é uma estudante de ensino médio que mora em Beverly Hills e se torna um ícone da cultura pop. Outro filme que você deve assistir para sua formação cinematográfica.

Rotten Tomatoes: 81%

21. “Aquário” (2009)

Diretora: Andrea ArnoldArnold recebeu o Oscar em 2015 por seu curta "Wasp" e desde então todo o seu trabalho foi muito aclamado pela crítica. É um daqueles filmes que, quanto menos você sabe sobre ele, melhor. É sobre uma adolescente de 15 anos cujo mundo vira de cabeça para baixo quando sua mãe leva um novo namorado para casa.Rotten Tomatoes: 91%

Diretora: Andrea Arnold

Arnold recebeu o Oscar em 2015 por seu curta “Wasp” e desde então todo o seu trabalho foi muito aclamado pela crítica. É um daqueles filmes que, quanto menos você sabe sobre ele, melhor. É sobre uma adolescente de 15 anos cujo mundo vira de cabeça para baixo quando sua mãe leva um novo namorado para casa.

Rotten Tomatoes: 91%

22. “Os Batutinhas” (1994)

Diretora: Penelope SpheerisUm clássico. Definitivamente assista a esse filme se ainda não tiver feito isso!Rotten Tomatoes: 23% ¯\_(ツ)_/¯

Diretora: Penelope Spheeris

Um clássico. Definitivamente assista a esse filme se ainda não tiver feito isso!
Rotten Tomatoes: 23% ¯\_(ツ)_/¯

23. “Conflito das Águas” (2010)

Diretora: Iciar Bollain"Conflito das Águas" é um filme que navega entre a ficção e a realidade, estrelando Gael García Bernal, que faz o papel de um cineasta que viaja para a Bolívia para fazer um filme sobre a chegada de Colombo à América. Porém, o enredo tem uma enorme reviravolta quando ele inesperadamente encontra uma comunidade local protestando contra uma forma mais moderna de exploração. Rotten Tomatoes: 88%

Diretora: Iciar Bollain

“Conflito das Águas” é um filme que navega entre a ficção e a realidade, estrelando Gael García Bernal, que faz o papel de um cineasta que viaja para a Bolívia para fazer um filme sobre a chegada de Colombo à América. Porém, o enredo tem uma enorme reviravolta quando ele inesperadamente encontra uma comunidade local protestando contra uma forma mais moderna de exploração.

Rotten Tomatoes: 88%

24. “Psicopata Americano” (2000)

Diretora: Mary HarronAdaptado de um romance, o filme revela os maneirismos masculinos e de estilo "yuppie" de um dos psicopatas mais memoráveis ​​da história do cinema.Rotten Tomatoes: 68%

Diretora: Mary Harron

Adaptado de um romance, o filme revela os maneirismos masculinos e de estilo “yuppie” de um dos psicopatas mais memoráveis ​​da história do cinema.

Rotten Tomatoes: 68%

25. “Tallulah”

Diretora: Sian HederSian Heder escreveu as primeiras três temporadas de "Orange Is The New Black" e, então, fez um intervalo para escrever e dirigir esse drama estrelado por Ellen Page. O filme é sobre uma garota com problemas financeiros que vive em seu carro e que acaba resgatando um bebê.Rotten Tomatoes: 84%

Diretora: Sian Heder

Sian Heder escreveu as primeiras três temporadas de “Orange Is The New Black” e, então, fez um intervalo para escrever e dirigir esse drama estrelado por Ellen Page. O filme é sobre uma garota com problemas financeiros que vive em seu carro e que acaba resgatando um bebê.

Rotten Tomatoes: 84%

via: Buzzfeed

Leia Mais
Scarlett Johansson será a Noiva do Frankenstein em filme