6 perguntas para… Manu Maya

Ela não é só um rostinho bonito. A relações públicas carioca Manu Maya é uma das protagonistas de ”Alto Leblon – Garotas do Rio”, novo reality do canal E!.A trama que breve estará nas telinhas conta a história de quatro amigas que representam a mulher contemporânea brasileira, e se passa no Rio de Janeiro. Junto com Manu estarão Bárbara Evans, Arielle Macedo e Ju Malaguti, que mesmo com carreiras completamente distintas são unidas por um propósito: provar que as mulheres podem tudo!

Confira nossa entrevista exclusiva com Manu:
Manu, obrigada por tirar esse tempinho para conversar conosco. Gostaria de saber sobre sua formação e como começou sua carreira como RP.

Sempre fui comunicativa, sociável, era a responsável pelas festas e “listinhas” desde a época do colégio. Durante a faculdade de Comunicação  e Marketing na ESPM mantive essas características e acabei unindo o útil ao agradável (risos).
Conviver no meio artístico me facilitou a ter contatos e criar relacionamentos com marcas e pessoas. Durante a faculdade, comecei a promover eventos no Rio, mas senti que somente convidar e produzir era pouco para mim, então me mudei para Nova Iorque e fiz especialização em Relações Públicas e Marketing do Entretenimento na NYU. Voltei ao Brasil e comecei a pensar sobre ter minha própria empresa de assessoria de eventos, PR e entretenimento. Comecei a fazer eventos maiores, para marcas maiores, com maiores responsabilidades e foi dando tudo certo. Ainda não cheguei aonde posso chegar, mas posso afirmar que sou uma pessoa realizada!

_

E como surgiu o convite para a nova temporada de ”Alto Leblon”? O que podemos esperar sobre sua relação com as outras meninas? 
Por conhecer “todo mundo” do Rio, estar presente nos eventos e ter uma família “conhecida” o convite surgiu para a primeira temporada, mas não senti que era meu objetivo, nunca gostei de ser o centro das atenções. Eu adorava o backstage, ver todo mundo se divertindo e me divertir junto sem precisar “aparecer”. Com isso, acabei negando minha participação. Um tempo se passou, e novamente fui convidada. Vendo o potencial do canal e tudo que poderia agregar, resolvi opinar no molde que funcionaria para mim. Um programa com mais conteúdo, realidade, diferentes perfis e uma mensagem no final. Toparam minha ideia e a partir daí, juntos, criamos um reality que não havia no Brasil, com todas as pautas interessantes de um reality show, mas com um posicionamento diferente que tem tido a ver com o que canal E! está representando hoje em dia.
_
Por ser filha dos seus pais (o diretor da Globo Wolf Maya e a produtora Vânia de Brito), imagino que você sempre sofreu com os rótulos de ”patricinha” e ”filhinha de papai”. Como foi conquistar seu próprio espaço na carreira? 

Trabalho desde pequena. Sempre fui grata pelos privilégio que tive e tenho na vida mas não me acomodei. Minha personalidade, visão de vida, meu jeito não combinam com esses rótulos e quem me conhece sabe. Nunca me liguei na opinião dos outros, sempre surpreendi as pessoas. Nunca fui alienada ou superficial. Sempre fui esperta, observadora, penso antes de falar, agir, portanto isso nunca me afetou.
Meus pais me deram uma ótima educação, e isso é a base para você enxergar além do seu “mundinho”. Precisamos abrir a cabeça, conhecer as pessoas, os problemas da vida e isso para mim é viver. 
_
Teve algum receio na hora de gravar o reality? Como é saber que agora várias pessoas vão conhecer sua vida privada?
Tive um SUPER receio. Acredito que até o meio das gravações ainda não me soltava como poderia. Sempre me perguntava “preciso disso mesmo?”. Mas quando você está com pessoas que gosta, em um clima maneiro, assuntos interessantes, você acaba esquecendo, simplesmente vive e dá o seu recado.  Eu adorei participar e espero que tenham muitas temporadas para que nossa evolução seja constante e outras pessoas se inspirem positivamente. Com as redes sociais, as pessoas estão mais exibidas, então é entender o momento que estamos vivendo e tentar tirar o melhor disso.
_
Você sempre posta fotos de biquíni e divide sua rotina de treinos com seus seguidores. Como você mantém seu estilo de vida saudável? 

Nem sempre fui assim. Hoje em dia posto isso pois é uma superação, uma conquista pessoal. Nunca fui vaidosa, de me importar com looks, makes, dietas, exercícios. De dois anos para cá mudei meus hábitos, comecei a pensar que se poderia ser melhor (fisicamente). Perdi 15kg, fiz uma mamoplastia, mudei o cabelo, incluí atividade física moderada e tirei um pouco da vergonha, sem anunciar muito essa transformação, as coisas foram sendo divulgadas naturalmente. Confesso que namorar um atleta de
alto nível me ajudou muito, você começa a se cuidar mais, eu recomendo (risos).
_
Para terminar: quais as dicas que você daria para um jovem que quer seguir carreira como RP num mercado tão competitivo como o do Rio de Janeiro? 
Minha sugestão é saber se expressar, com o português correto, aprender línguas. Conhecer gente, ser sociável, ter contato é tudo. Faça seu network e saiba a área que quer atuar. Estimule sua criatividade viajando, observando o que há em sua volta. Saiba como atuar em momentos de crise e se preocupe com a imagem e reputação de quem você representa. 

Leia Mais
6 perguntas para… João Côrtes