Brendan Fraser fala sobre inseguranças em Hollywood mesmo após sucesso de ‘A Baleia’

Um dos atores queridinhos nos anos 90 e começo dos anos 2000, Brendan Fraser está novamente em alta com a indicação ao Oscar pelo filme ”A Baleia”, de Darren Aronofsky.

Mesmo com esse momento positivo em sua carreira, o ator comentou sobre sobre inseguranças em Hollywood, especialmente pelos problemas que passou na indústria.

Em uma entrevista ao NME, Brendan Fraser comentou sobre seu retorno ao sucesso em Hollywood após anos longe dos holofotes e também sobre a “síndrome do impostor” que o faz temer que tudo isso acabe repentinamente. “Eu nunca vou ficar tão confortável. E quando faço isso, acho que é hora de repensar minha abordagem, porque sempre… não consigo me livrar da sensação de que alguém vai entrar na sala e me dizer que sou uma fraude, ou que tenho síndrome do impostor.

Vão me dar um pano de prato e vou ter que voltar ao trabalho. Mas espero nunca perder isso. De certa forma. Porque ainda não terminei de me provar. E para fazer isso, preciso de desafios cada vez maiores”, disse.

Brendan se tornou uma das principais estrelas do cinema por seus papéis de destaque na franquia A Múmia, além de George, o Rei da Floresta, Crash – No Limite e Viagem ao Centro da Terra, mas ficou longe dos holofotes de Hollywood em meados dos anos 2000 por causa de problemas físicos e emocionais que enfrentou na carreira.

O ator revelou que seu trabalho pesado em diversos filmes de ação afetaram seu corpo, causando um desgaste físico e lesões que exigiram diversas cirurgias, fazendo com que ele entrasse e saísse de hospitais por quase sete anos.

Além disso, Fraser revelou em 2018 que foi vítima de assédio sexual no início dos anos 2000, por Philip Berk, ex-presidente da HFPA, que organiza o Globo de Ouro. Essas questões fizeram Brendan Fraser sair dos holofotes, atuando em pequenos papéis de filmes menores ao longo da década de 2010.

O retorno triunfal de Brendan começou com um papel de destaque na série Doom Patrol (Patrulha do Destino) em 2019 e, depois disso, ele atuaria no filme de Steven Soderbergh, Nem Um Passo em Falso (2021), antes de se consagrar novamente como protagonista de A Baleia, uma das atuações mais elogiadas da temporada e que lhe rendeu indicação ao Oscar. O ator ainda conseguiu um papel no próximo filme de Martin Scorsese, Killers of the Flower Moon, ao lado de Robert De Niro e Leonardo DiCaprio.

Leia Mais
‘Quarteto Fantástico’ confirma Vanessa Kirby, Joseph Quinn e Ebon Moss-Bachrach