Daniel Craig quase não retornou à franquia James Bond para “007 – Sem Tempo Para Morrer”; entenda

Daniel Craig foi escolhido para dar vida a James Bond no cinema em 2006. Desde então, atuou em quatro filmes da franquia e ganhou reconhecimento internacional pela atuação. Mas, surpreendentemente, o astro considerou deixar o personagem após as filmagens de 007 Contra Spectre (2015)!

Craig prepara-se para o quinto e último filme na franquia, 007 – Sem Tempo Para Morrer, o qual tem previsão de lançamento para 2021. Em entrevista ao Total Film, o ator britânico de 53 anos afirmou como sofreu uma lesão no joelho durante as filmagens do filme de 2015, e não sabia se seria fisicamente capaz de realizar uma nova sequência: “Para mim, estava muito claro que eu não retornaria.”

Segundo Barbara Broccoli, produtora dos filmes de James Bond desde 007 contra GoldenEye (1995), Craig estava exausto naquela época. “Todos tivemos nossos problemas e desafios em Spectre, e Daniel teve um ferimento grave. Foi muito difícil, ele precisava de tempo.” A produção, então, esperou quase dois anos antes de tentar contatá-lo. 

Craig ficou bastante tempo afastado e “fez outras coisas, arrumou outros passatempos.” Quando voltou, estava revigorado e pronto para uma nova aventura como James Bond. “Pensei: ‘Existe uma história para terminar aqui — algo que começamos em Casino. Algo passando por Vesper e Spectre, e conectado de alguma forma.’ Comecei a formular e pensei: ‘Aqui vamos nós.'”

Além do ator britânico, Léa Seydoux (Madeleine), Ralph Fiennes (M), Christoph Waltz (Blofeld) e Ben Whishaw (Q) também retornam ao elenco para 007 – Sem Tempo Para Morrer. O longa tem previsão de lançamento para 7 de outubro de 2021 e tem direção de Cary Joji Fukunaga. O substituto de Craig para interpretar o protagonista não foi escolhido até o momento, mas existem rumores de que o próximo James Bond pode ser Idris Elba ou Tom Hardy.

Leia Mais
‘O Senhor dos Anéis’ | 2ª temporada de Anéis de Poder terá Criaturas Tumulares