Festival Varilux: Amor à segunda vista

Um dos filmes franceses de maior sucesso do ano, ”Amor à segunda vista” segue o casal Raphael e Olivia. Juntos desde os tempos de faculdade, os dois cresceram juntos e acabaram se distanciando; ele virou um escritor de sucesso e ela uma pianista de renome mundial.

Do dia para a noite, Raphael (François Civil, novo galã francês) acorda em um universo paralelo onde ele nunca conheceu Olivia (a linda Joséphine Japy). Fazendo o possível e o impossível para que sua vida volte ao normal, ele precisa reconquistar a sua esposa, mesmo sendo um completo estranho para ela.
Olivia é famosa e vive viajando, enquanto Raphael está preso numa vida pacata e tenta entender exatamente o que aconteceu, ele corre contra o tempo para não perder seu grande amor.

Com uma trama que, de início, parece simples, o longa joga com as emoções dos personagens o tempo todo, para tentar mostrar a complexidade do amor e do relacionamento do casal. Nessa loucura Raphael tem a ajuda do maluco Felix, seu amigo dos tempos de escola. O filme atropela a lógica do gênero romântico ao executar uma trama bela e emocionante, sem ser piegas. A originalidade do roteiro deve ser apreciada com carinho. A direção (e o roteiro) são de Hugo Gélin (”Uma família de dois”, ”A gaiola dourada”).

 

Cotação: Muito bom

Leia Mais
Assassino por acaso