Madame

Um conto de fadas disfarçado de filme moderno, ”Madame” é uma obra prima que você não pode perder.
Recém-chegados à Paris com os filhos para uma temporada, o casal de americanos Bob (Harvey Keitel) e Anne (Toni Collette, fantástica) promove um jantar para receber milionários franceses, ingleses e irlandeses. Um imprevisto altera o número de convidados para 13 pessoas. Inconformada, a antipática anfitriã coloca a governanta Maria (Rossy de Palma), disfarçada de comensal espanhola, à mesa.

O grupo reúne uma série de estereótipos: uma criança prodígio e seu tutor; uma marchand em vias de negociar um quadro único; a bela professora de Bob; um político famoso com o namorado; um amigo da família que corteja a anfitriã; o filho do anfitrião, um escritor; uma caçadora de maridos, entre ouros.
O negociador de arte acaba se interessando por Maria, ao achar que ela também é milionária, para desespero de Anne. A governanta, então, entra no jogo e passa semanas vivendo uma vida que não lhe pertence, até que precisa fazer uma escolha.

Os diálogos irônicos dessa comédia de costumes são incríveis, dando ainda mais sabor ao filme, que tem proposta interessante. Rossy é naturalmente engraçada e está ótima como Maria, com sua falta de classe, suas tiradas inocentes e um ar infantil perfeito para o papel. A falsidade do meio em que vivem Bob e Anne é o oposto da realidade da empregada, que não percebe que é motivo de piada no meio dos ricaços.
O roteiro e direção são de Amanda Sthers.

 

Cotação: Muito bom

Leia Mais
Homens, mulheres e filhos