Review: ”Outer Banks” [2ª temporada]

Em 2020, a estreia de Outer Banks rapidamente conquistou fãs no mundo inteiro por trazer uma narrativa atraente que mistura drama adolescente com uma incrível caça ao tesouro, o que foi um alívio no meio da pandemia.

Contando também com um elenco lindo e um roteiro com potencial para diversas temporadas, a série foi renovada com facilidade pela Netflix e agora retorna com novos episódios.

A conexão deixada para dar o ponta pé inicial na continuação foi fundamentado no desaparecimento de John B. e Sarah, interpretados por Chase Stokes e Madelyn Cline, que foram dados como mortos após sumirem em uma tempestade no último episódio.

Logo no início dos novos episódios, descobrimos que a dupla fugiu e foi parar nas Bahamas, em busca do ouro roubado por Ward Cameron (Charles Esten), o pai de Sarah. A dinâmica e a química do casal (que também namorou na vida real) se destacou bastante, algo que já era comentado na primeira temporada.

John B. e Sarah em cena de Outer Banks; eles estão sorrindo com as testas e os narizes encostados; John B. está com as mãos no pescoço da personagem
John B. e Sarah de Outer Banks JACKSON LEE DAVIS/Netflix

Um dos pontos de maior relevância ficou com a construção para o reencontro entre os amigos pogues, que foi executada perfeitamente. O momento em que JJ, Kiara e Pope, vividos por Rudy Pankow, Madison Bailey e Jonathan Daviss respectivamente, descobrem que os amigos estão vivos relembrou a força do laço criado por eles.
Uma das melhores cenas da temporada é quando os cinco amigos se esbarram em uma fuga que é engraçada, mas ao mesmo tempo de tirar o fôlego.

Ao explorar um pouco mais este núcleo, foi interessante ver detalhes do passado envolvendo história de Pope e a relação de Kiara com os pais, coisa que não aconteceu na primeira temporada.
Já o lado de JJ poderia ter sido mais aproveitado. Esse personagem fica um pouco de lado em vários momentos, o que é uma pena.

Como o próprio JJ diz, os momentos em que eles apostaram em “Coisas idiotas que dão certo o tempo todo”, foram cativantes e trouxeram aquela atmosfera familiar do grupo.
A trama tenta inovar e deixar os vilões ainda mais paranóicos, o que gera um problema: tentando impressionar demais, o roteiro acaba exagerando em alguns plots.
Mesmo com algumas falhas, a série traz momentos de romance, mistério e muita ação, ideal para quem quer relaxar no sofá e esquecer do mundo. O show já foi renovado.

Cotação: Bom

Leia Mais
Adão Negro