Ridley Scott defende figura de “Napoleão”: ”Seu caráter me interessa como cineasta”

Napoleão Bonaparte chegará às telas de cinema em 2023 em um filme do diretor Ridley Scott — que dirigiu sucessos como “Alien”, “Blade Runner” e “Gladiador”. 

O filme “Napoleão” estreia dia 23 de novembro. Joaquim Phoenix, vencedor do Oscar de Melhor Ator de 2020 com “Coringa”, interpreta o líder francês.

Segundo o diretor, mesmo com as situações controversas envolvendo em cima da figura histórica, é possível encontrar outras maneiras de explorar sua personalidade. Como o quão apaixonado Napoleão era, por exemplo:

Eu acredito que uma das razões pelas quais as pessoas ainda se sentem fascinadas por Napoleão é porque ele era extremamente complexo. Não há uma maneira fácil de definir sua vida. Você pode ler uma biografia para saber os fatos que aconteceram, mas o que me interessa como cineasta é seu caráter: ir além da história e adentrar em sua mente.”

O produtor Mark Huffam revelou que a controvérsia acerca do título imperador é o ponto de partida para o filme: ”Napoleão fez coisas grandiosas pela política e pelo homem comum. Ele tornou possível que qualquer pessoa se tornasse um general ou político, em vez de apenas membros da aristocracia. Mas, é claro, ele foi um ditador, e o sangue em suas mãos é horrendo. Essa balança é algo que queríamos explorar ao fazer o filme.” 

Leia Mais
‘Quarteto Fantástico’ confirma Vanessa Kirby, Joseph Quinn e Ebon Moss-Bachrach