Nem que a Vaca Tussa

nem-que-a-vaca-tussa

 

Sem dúvida alguma, ‘Nem que a vaca tussa’ não é o melhor filme da Disney.
Lançado em 2004, custou US $ 110 milhões, mas só rendeu $50,026,353 nos EUA.
Na trama, que se passa no estado do Kansas, a vaca Maggie (dublada no Brasil pela comediante Claudia Rodrigues) vai parar no Rancho Pedacinho do Céu, que está falindo. Sua nova dona, Pearl, tem uma dívida de 750 dólares que precisa ser paga em três dias.
Se isso não acontecer, o rancho vai ser fechado e ela e os animais (uma família de porquinhos, galinhas e pintinhos, patos) ficarão sem ter onde morar. A valente Maggie, então, junto com as outras duas vacas moradoras do local, Sra. Caloway (Fernanda Montenegro) e Grace (Isabela Garcia) saem do rancho para conseguir o dinheiro e salvar Pearl.

Só que não é tão fácil assim. Elas descobrem que um famoso ladrão, Alameda Slim, está sendo procurado e a recompensa é de exatamente 750 dólares para quem capturar o bandido. Além de não terem experiência nenhuma, as vacas precisam lidar com um cavalo garanhão chamado Buck, que é muito egoísta e quer atrapalhar a jornada das três.

Lições de lealdade e persistência são passadas nesse filme, que conta com a ótima música ‘Anytime you need a friend’ em sua versão original (ouça aqui). O final é feliz, mas não empolga. Recomendado para crianças pequenas (até 6 anos) ou para mega-fãs da Disney.

 

Cotação: Regular

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, trabalha com redes sociais e produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV.

  • Image