Crítica: #blackAF [1ª temporada]

Esta família é muito unida… e também muito ouriçada!
Em ”BlackAF”, conhecemos a família do ator, produtor e roteirista Kenya Barris, dos sucessos ”Black-ish”, ”Grown-ish” e ”Mixed-ish”. Todas essas séries são filmadas com atores negros e voltada para o público negro, o que deixou Kenya bastante famoso nos Estados Unidos.

No show, Kenya é casado com Joya (Rashida Jones), uma advogada que se esforça para ser a mãe perfeita mas não tem muita paciência para as crises do marido; e seus filhos Chloe (Genneya Walton), Izzy (Scarlet Spencer), Pops (Justin Claiborne), Kam (Ravi Cabot-Conyers) e o bebê Brooklyn (Richard Gardenhire Jr). A filha mais velha, Drea (Iman Benson), está fazendo um documentário para enviar junto com sua aplicação para uma renomada faculdade de cinema, então quase tudo que assistimos é através do ponto de vista dela.

É interessante acompanhar essa família enorme, de alto poder aquisitivo, mas cheia de problemas, dúvidas e um casal que tenta criar seus seis filhos de forma que suas origens não se percam. Kenya compra obras de arte de artistas negros, faz diversos discursos sobre o que é ser negro, como a escravidão os afeta até hoje e ao mesmo tempo esbanja gastando milhares de dólares em roupas de grife e tênis Nike, situação que Drea faz questão de pontuar em um dos episódios.

A série se preocupa em mostrar situações reais, como preconceito, sexualização precoce da mulher negra e o papel dos pais negros na criação de seus filhos. Errando bastante e acertando um pouco, Kenya quer que as crianças sejam orgulhosas de tudo que possuem e da vida que levam. Joya também se esforça para mostrar seus privilégios e tenta sair da sombra do marido, condição que fica mais evidente nos últimos episódios.


A série da Netflix demora a engatar – os dois primeiros episódios possuem muitas informações, são rápidos, não sabemos direito quem é quem – mas vale a pena insistir e conhecer mais sobre a moderna família Barris. Ava DuVernay, Will Packer, Tyler Perry, Issa Rae, Tim Story, Scooter Braun & Lena Waithe fazem participações como eles mesmos no show.

Cotação: Bom

Leia Mais
Cadê você, Bernadette?