Filmes brasileiros ganham prêmios em festivais pelo mundo

praia

Quatro curtas-metragens brasileiros foram premiados na 1ª edição do Festival Internacional de Cinema de Caracas, na Venezuela, que terminou dia 21. O festival de San Sebastián, na Espanha, já premiou “Praia do Futuro”; e o longa “Depois da Chuva”, de Cláudio Marques e Marília Hughes, foi um dos vencedores do Festival Internacional de Cinema do Harlem, nos Estados Unidos, encerrado no último dia 14 de setembro.

“Depois da chuva”, primeiro longa-metragem de Cláudio Marques e Marília Hughes, foi considerado o melhor filme estrangeiro pelo júri do festival. O filme, ambientado em 1984 e livremente inspirado na adolescência de Marques, contou com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA no valor de R$ 200 mil em sua produção, e já foi exibido em festivais como Brasília, Berlim (na Alemanha) e Roterdã (na Holanda). Sua estreia em circuito está prevista para janeiro de 2015.

Já no Festival Internacional de Cinema de Caracas, dedicado à produção audiovisual latino-americana, o cinema brasileiro também se destacou na premiação: “Guida”, da animadora Rosana Urbes, ganhou o prêmio de Melhor Animação; o curta “Memória de Rio”, reflexão sobre o Rio Tietê dirigida por Roney Freitas, levou o prêmio de Melhor Curta Documentário; o prêmio de Melhor Curta-metragem de Ficção foi para “Coice no peito”, de Renan Rovida; e “Preto ou branco”, de Alison Zago, ganhou menção honrosa do júri do festival.

Fonte: Ancine

Leia Mais
Lista: todos os filmes de herói que estreiam em 2023