“Homem-Aranha 3”: Por que personagem de Zendaya se chama MJ ao invés de Mary Jane?

O primeiro e tão aguardado trailer de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa foi divulgado e mostrou o retorno de Doutor Octopus e Duende Verde e, apesar da ausência de Tobey Maguire e Andrew Garfield, o material provocou muitas reações positivas nas redes sociais.

Junto com a revelação dos vilões clássicos das histórias do aranhoso, o trailer também apresentou momentos entre Peter Parker (Tom Holland) e MJ, sua namorada da escola interpretada por Zendaya. Com a formação do multiverso e o retorno de personagens de filmes anteriores do herói, houve uma certa expectativa do encontro entre MJ, Mary Jane Watson e Gwen Stacy.

Mas a pergunta que muitos se fazem desde o lançamento do primeiro filme solo de Tom Holland no Universo Cinematográfico Marvel (MCU) é se MJ é Mary Jane e, caso seja, por que não é chamada pelo nome tradicionalmente conhecido da personagem. E aqui vão algumas respostas!

MJ E MARY JANE SÃO A MESMA PESSOA?

Sim e não! A personagem de Zendaya foi reformulada para ser uma nova versão de Mary Jane, o que não é necessariamente a que conhecemos na primeira trilogia de Sam Raimi, interpretada por Kirsten Dunst. No Universo Cinematográfico Marvel, MJ vem das iniciais de Michelle Jones e ela é retratada como uma solitária nerd que, junto com Peter Parker, faz parte da equipe de decatlo acadêmica da escola.

Ela também é um pouco estranha e peculiar, e faz diversas piadas sarcásticas e secas. E, claro, já que ela é interpretada por Zendaya, a personagem é negra. Apesar dela não ser a tradicional namorada do Homem-Aranha, carrega as siglas utilizadas por ela nos quadrinhos originais da Marvel e também faz aniversário no mesmo dia que Mary Jane Watson apareceu pela primeira vez na HQ do herói, Amazing Spider-Man Vol.1 #25, em 10 de junho.

Detalhando a reformulação de Mary Jane para MJ, Zendaya afirmou, na época em que Homem-Aranha: De Volta Ao Lar foi lançado nos cinemas: “Eu tive sorte porque eles já meio que queriam recriar a personagem e transformá-la em uma nova versão do que talvez a personagem original de Mary Jane tenha representado [na história] e apenas fazer isso do nosso próprio jeito neste Universo Cinematográfico Marvel.”

SE MJ REPRESENTA MARY JANE, POR QUE NÃO USA O NOME ORIGINAL DA PERSONAGEM?

Acreditem ou não, é tudo uma questão burocrática entre a Sony e a Marvel, cuja situação é similar à mesma cláusula contratual que quase fez com que o Homem-Aranha de Tom Holland fosse impedido de estar no MCU. Atualmente, a Sony possui todos os direitos de uso cinematográfico dos personagens da franquia Homem-Aranha especificados em seu contrato. Até que isso acabe, o estúdio pode usar todos eles e isso inclui Mary Jane Watson.

Por isso, Michelle Jones, de Zendaya, foi uma alternativa legalmente viável da Marvel para trazer de volta uma personagem existente ou original dos filmes do Homem-Aranha — ainda mais quando se trata de uma tão importante para Peter Parker. Assim, sob uma nova identidade, ela pode ser utilizada livremente em outros arcos da MCU, mesmo se a Marvel Studios perdesse definitivamente o super-herói.

Leia Mais
“Duna”: 5 curiosidades sobre filme com Timothée Chalamet e Zendaya