Polêmica: ‘Sex And The City’ vai retornar – sem Kim Cattrall

Depois que um terceiro filme da longa série foi cancelado, pode haver esperança novamente para os fãs que estão com saudades de Carrie Bradshaw e companhia. A HBO Max está considerando uma nova versão de ‘Sex And The City’, mas desta vez sem Samantha, de Kim Cattrall, de acordo com o Page Six.

Kim Cattrall, 64 anos, não está interessada em retornar à série depois de anos de desentendimentos com a estrela da série, Sarah Jessica Parker, 55 anos. Além de Cattrall, Parker deve retornar ao lado das outras atrizes principais: Kristin Davis, 55 anos, que interpreta Charlotte, e Cynthia Nixon, 54 anos, que interpreta Miranda.

A ausência de Kim Cattrall não deveria ser surpresa, já que ela disse várias vezes que não estava mais interessada em retornar à franquia. A série original foi exibida de 1998 a 2004, e dois filmes se seguiram em 2008 e 2010. Em outubro de 2017, a atriz disse a Piers Morgan que não haveria um terceiro filme de ‘Sex And The City’ com ela. “Não para mim. Isso é parte de completar 60 anos. Esse foi um momento muito claro de quantos anos me restam e o que quero fazer com isso? O que eu não fiz?”, ela disse.

Kim também falou sobre os sentimentos de muitos fãs de que a franquia fracassou com os dois filmes. “Eu sinto que as érie era melhor quando era série e o bônus foram os dois filmes”. Em setembro de 2019, Sarah Jessica Parker disse ao Entertainment Tonight que estava interessada em filmar “alguns episódios de Sex And The City”, embora rejeitasse o termo ‘reboot’. “Eu não chamaria de reboot, eu chamaria de uma ‘revisitação'”, ela esclareceu. “Eu gostaria de ver onde todas elas estão”, ela continuou, acrescentando que as personagens poderiam confrontar todas as formas como a cultura mudou desde o final da série em 2004.

Kim Cattrall e Sarah Jessica Parker (Foto: Getty Images)
Kim e SJP

Ela achava que a evolução da tecnologia e das redes sociais poderia criar material para novas histórias, enquanto as mudanças na “política sexual” e o desenvolvimento dos movimentos #MeToo e Time’s Up “valem a pena serem explorados”. “Acho que Carrie Bradshaw seria muito gananciosa em compartilhar seus sentimentos e pensamentos”, acrescentou ela.

Ao longo dos anos, Kim Cattrall afirmou que muitas de suas divergências foram sobre dinheiro. Em 2008, o Telegraph publicou que Sarah Jessica Parker recebeu um crédito de produtora executiva (o que não implica necessariamente qualquer dever adicional ou controle criativo) que aumentou seu salário em US$ 300.000. Kim Cattrall então negociou por um salário mais alto também, mas em vez de se unir ou tentar aumentar todos os salários, o elenco principal ficou furioso com a mudança e “nem mesmo se sentava com [Kim Cattrall] na hora das refeições”.

O elenco principal de Sex and the City, com Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall (Foto: Getty Images)
Protagonistas reunidas

via

Leia Mais
“Fate: A Saga Winx” ganha trailer