Selena Gomez relata pressão para ser mais sexualizada no início da carreira

Selena Gomez falou sobre as pressões que enfrentou ao longo de sua carreira musical, entre elas para ser mais sexualizada.

“Eu fiz coisas que não eram realmente eu. Houve pressão para parecer mais adulta no meu álbum, ‘Revival’. (Eu senti) a necessidade de mostrar a pele…Eu realmente não acho que era aquela pessoa”, explicou em entrevista à revista Allure.

A cantora lançou “Revival” em outubro de 2015 quando ela tinha 23 anos, e incluía canções de sucesso como “Hands to Myself”.
A arte da capa do álbum apresentava uma foto da cantora em preto e branco, nua, sentada de pernas cruzadas com o cabelo solto.

Ainda na entrevista, Selena falou sobre seu diagnóstico de transtorno bipolar, que revelou em abril, e como aprendeu a priorizar sua saúde mental:
“Sempre tive emoções diferentes e não sabia como controlá-las muito bem. Foi complicado. Mas acho que estou feliz em entender isso. Quando descobri mais sobre quem eu era, fiquei orgulhosa. Também me senti confortável sabendo que não estava sozinha e que iria superar isso”, afirmou.

Leia Mais
”Viúva Negra” tem estreia adiada para maio de 2021