Titãs – A vida até parece uma festa

CARTAZ TITAS

O documentário, dirigido pelo ‘titã’ Branco Mello em 2008, revisita a carreira da banda.
Se utilizando se cenas de bastidores de shows, entrevistas em programas de TV e material particular, 25 anos de carreira são contados pelos integrantes Paulo Miklos, Sergio Britto, Charles Gavin, Tony Bellotto, Branco Mello, Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer e Nando Reis.

O filme conta também com passagens conturbadas da carreira da banda, como a morte de Marcelo Fromer; a saída dos integrantes Arnaldo Antunes e Nando Reis, que fizeram carreira solo; o aneurisma sofrido por Branco Mello e a prisão de Tony Bellotto e Arnaldo por posse de heroína nos anos 80, tudo isso entre apresentações e videoclipes de grandes sucessos, como ‘Sonífera Ilha’, ‘Polícia’, ‘Flores’, ‘Epitáfio’, ‘Isso’, ‘Marvin’, ‘Televisão’ e ‘Bichos escrotos’.

Aparecem também no longa grandes nomes da televisão brasileira, como Hebe, Faustão e Raul Gil; além de apresentações com outros grandes nomes, como Roberto Carlos e Marisa Monte.
Infelizmente, o filme não segue ordem cronológica, levando o espectador a um vai-e-vem de imagens que parece não terminar nunca.
Embora possua esse pequeno defeito de montagem, ‘TITÃS – A VIDA ATÉ PARECE UMA FESTA’ é um documentário musical excelente, indicado principalmente para os amantes do rock brasileiro.

 

Cotação: Muito bom

Editora-chefe do site e bacharel em Estudos de Mídia pela UFF, produz conteúdo para web desde 2012. Curiosa e apaixonada por cinema, escreve aqui em sua ''Coluna Clichê'' sobre os filmes que assiste no cinema e na TV. Também colabora com o blog de design e inspirações CuteDrop.

  • Image
  • Image