Diretor de ‘Gravidade’ esperava que o filme fosse um desastre

Gravity-2013-Movie-Title1

 

O sucesso de Gravidade, fenômeno mundial de bilheteria e indicado ao Oscar de melhor filme, parece ter surpreendido o diretor Alfonso Cuarón. Em entrevista ao site da revista americana The Wrap, ele afirmou que ficou surpreso com o fato de seu longa não ter sido um “desastre”.

“A primeira surpresa foi o filme não ter sido um grande desastre. Durante muito tempo nós não sabíamos se iria funcionar. A prévia a que assistimos era péssima”, diz o diretor, que não esperava a reação positiva da plateia durante a estreia no Festival de Veneza, no ano passado. “Foi uma grande surpresa quando vi as pessoas elogiarem Gravidade por causa dos efeitos e tudo mais, mas também foi gratificante vê-las emocionalmente engajadas com a história”, conta.

“Lembro que em Veneza o estúdio me mostrou as críticas depois do lançamento. E eu disse: ‘Ok, pessoal. Eu já sou adulto. Agora podem me mostrar as críticas ruins’. E eles disseram: ‘Não, estas são todas as críticas”, relembra.

Cuarón, que também concorre ao prêmio de melhor diretor na cerimônia, elogiou os filmes lançados em 2013 – tanto os que foram indicados ao Oscar, como outras produções. Para ele, premiações não fazem um longa melhor ou mais interessante e a conquista da cobiçada estatueta pode ser relativa. “Existem muitos vencedores dos quais ninguém se lembra trinta anos depois. Também existem produções que nunca foram indicadas e até hoje são consideradas clássicas e obras-primas”, disse o diretor mexicano.

Além do prêmio de melhor filme, ”Gravidade” concorre em mais nove categorias no Oscar 2014, entre elas a de melhor atriz, melhor direção de arte, melhor fotografia e melhores efeitos visuais.

 

fonte: VEJA

Leia Mais
Henry Cavill espera poder interpretar o Superman novamente