Harry Potter: Rupert Grint se sentiu “sufocado” durante filmagens da franquia

Emma Watson pode até estar se aposentando da carreira de atuação (supostamente), mas não se pode dizer o mesmo de seus colegas de elenco da saga Harry Potter. Enquanto Daniel Radcliffe recentemente participou de produções como Miracle Workers e Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs Reverendo, Rupert Grint está apostando em séries de TV. 
Depois de Sick Note (Dá Licença, Saúde) na Netflix, ele integra o elenco de Servant, do Apple TV+. No entanto, isso não quer dizer que crescer na frente dos holofotes, e atuar durante 10 anos, seja fácil. Rupert Grint revelou que houve momentos em que fazer Harry Potter parecia “sufocante”.

 ator participou do podcast Armchair Expert de Dax Shepard e falou como foi interpretar Rony Weasley na franquia criada por J.K. Rowling, de 2001 a 2011. Para se ter uma ideia, Harry Potter e a Pedra Filosofal completa 20 anos em 2021. 

“Isso é muito tempo em um projeto. Houve um período em que parecia bastante sufocante, porque era pesado, no final era todos os dias por 10 anos”, disse Grint no programa.

O astro garantiu ao apresentador que seu tempo em Harry Potter foi “uma grande experiência” e disse que os sets tinham uma “atmosfera familiar”, que só foi ampliada pelo fato da mesma equipe ter trabalhado em todos os filmes. Grint agradece por ter crescido nesses sets de filmagem, por mais que desejasse uma mudança em meio a tanta consistência.

“Às vezes, definitivamente parecia, ‘Eu quero fazer outra coisa. Ver o que mais existe'”, disse Grint. “Simplesmente nunca terminava. Todos os anos, nós voltávamos. E era meio como ”Feitiço do Tempo” porque eram os mesmos sets. Eram as mesmas pessoas”, comentou, lembrando do filme em que Bill Murray fica preso em um loop no mesmo dia. “Mas foi ótimo. Eu adorei”, completou o ator.

Leia Mais
“Friends: The Reunion”: especial da HBO ganha trailer