Scarlett Johansson reflete sobre trabalho: “Sempre fui a segunda opção”

Scarlett Johansson está na capa da última edição da Parade e a atriz de 35 anos refletiu sobre seu trabalho como atriz.

Ao perder vários papéis, incluindo, a Viúva Negra inicialmente rejeitada por Emily Blunt, ela explicou: “Desde muito jovem, fui rejeitada constantemente. A melhor ligação que você pode receber é depois de ser rejeitada por algo, logo depois conseguir esse feito. Você aprecia mais. Basicamente, fiz uma carreira por ser a segunda escolha.”

Noiva de Colin Jost, ela falou sobre a personalidade do amado: “o que você vê é o que sente quando está com ele. Ele é muito otimista, descontraído, engraçado, legal, e essas são as qualidades que realmente me atraíram para ele.” Sobre uma possível data do casamento: “’Sem comentários’, disse rindo. Mas o chamou de ‘o amor da minha vida’.”

Morando em Manhattan, onde cresceu, pontuou sobre criar sua filha no distrito: “um dos grandes privilégios de criar seus filhos onde você cresceu é poder fazer as coisas e ver as coisas que você fazia quando era criança”.

Leia Mais
”Viúva Negra” representa a passagem de bastão para Florence Pugh