“The Crown”: tudo o que sabemos sobre a quarta temporada da série

Dramas, escândalos e guerra: os anos 1980 prometem ser um prato cheio para os roteiristas de The Crown, série da Netflix que retrata o reinado da Rainha Elizabeth II, da Inglaterra. Depois de acompanhar os primeiros anos da jovem monarca, logo após seu casamento com o príncipe Philip, até momentos mais críticos da história, como a crise do canal de Suez, chegou a hora de mergulhar em algumas das maiores polêmicas da família real britânica.

Na quarta temporada da série, Diana Frances Spencer, a Lady Di (1961—1997), entra para a trama. Uma das figuras mais conhecidas do clã Windsor, a princesa se casou com o primogênito de Elizabeth, Charles, em 29 de julho de 1981. 

Uma década depois, em 1992, foi noticiado que o casal iria se separar, mas continuaria residindo no Palácio de Kensington. Eles se divorciaram devidamente em 1996, e, um ano depois, Diana, seu namorado Dodi Al Fayed e o motorista Henri Paul morreram em um acidente de carro no túnel da Ponte de l’Alma, em Paris.

Emma Corrin deve dar vida à personagem icônica nas telas. Nas primeiras imagens das gravações que circularam na internet, o público ficou impressionado com a semelhança entre a atriz e a princesa. Além do guarda-roupa similar, a inglesa apareceu com um cabelo repaginado, seguindo o tom e o corte utilizado por Diana. 

Ela tem a inocência e a beleza da jovem Diana, também tem a abundância, a classe, a complexidade para interpretar a extraordinária mulher que, de uma adolescente anônima, tornou-se a pessoa mais icônica da nossa geração — disse o criador da série, Peter Morgan, à época do anúncio de Emma, ao The Hollywood Reporter. 

A chegada de Diana em The Crown também significa que a série deverá retratar em breve outros personagens bem conhecidos do público: os príncipes Harry e William, que nasceram em 1984 e 1982, respectivamente. O elenco ainda ganhará o reforço de Gillian Anderson como a controversa primeira-ministra Margaret Thatcher (1925—2013), que esteve no poder de 1979 até 1990. Conhecida como a Dama de Ferro, ela governou o Reino Unido durante a Guerra das Malvinas, contra a Argentina, e na longa greve dos mineiros britânicos. 

Fora tais adições, o restante do elenco deverá seguir similar ao da terceira temporada: a vencedora do Oscar Olivia Colman retorna como a Rainha; Helena Bonham Carter como a princesa Margaret; Tobias Menzies como o príncipe Philip; e Josh O’Connor como Charles. Claire Foy, que interpretou Elizabeth nas duas primeiras temporadas da produção, deve aparecer mais uma vez no papel, em um flashback

Diferente de outras séries, The Crown parece ter finalizado suas gravações antes da pandemia de coronavirus ter levado à suspensão produções audiovisuais mundo afora. Assim, é esperado que a quarta temporada seja lançada pela Netflix ainda em 2020, provavelmente entre novembro e dezembro, como foi feito em anos anteriores.

Está será a penúltima temporada da produção.Inicialmente prevista para se estender por seis anos, a série foi reduzida durante seu desenvolvimento, de acordo com o criador Peter Morgan, em entrevista ao The Hollywood Reporter. 

No começo, eu imaginava The Crown se estendendo por seis temporadas, mas agora que começamos a trabalhar nas histórias da quinta temporada, está claro para mim que este é o momento e o local ideais para parar.

Em seus últimos episódios, a série deverá mostrar o reinado de Elizabeth no século 21.
Para a quinta temporada o elenco será renovado, com Lesley Manville como a princesa Margaret e Imelda Staunton como a Rainha. 

via

Leia Mais
Cameron Diaz fala sobre abandonar carreira em Hollywood: ‘Encontrei paz’