“Mulher-Maravilha 1984” pode ir diretamente para o HBO Max

O destino de Mulher Maravilha 1984 está incerto. Seis semanas antes da estreia do filme estrelado por Gal Gadot, os executivos da Warner Bros. estão considerando se vão seguir com o lançamento nas telonas em 25 de dezembro e depois colocá-lo no serviço de streaming da HBO Max no início de janeiro, de acordo com fontes com conhecimento dos planos.

O destino do tão aguardado filme da heroína está no limbo desde que a pandemia do Coronavírus começou, empurrando o lançamento do filme nos cinemas de 5 de junho para 14 de agosto, depois para 2 de outubro e, finalmente, para 25 de dezembro. Recentemente, a produção teve a data de estreia adiada para 25 de dezembro nos Estados Unidos, e um dia anterior aqui no Brasil, devido à pandemia de coronavírus.Com os casos COVID-19 atingindo taxas alarmantes, com novas ondas no mundo todo, a Warner Bros. está enfrentando a possibilidade fechamento generalizado nos Estados Unidos, inclusive dos cinemas.

De acordo com a Variety, com a notícia de que uma vacina de Covid pode estar pronta para se disseminar até o primeiro semestre de 2021, os chefões da Warner Bros. ainda estão considerando empurrar ”Mulher Maravilha 1984” de volta para uma data de lançamento do verão norte-americano, possivelmente em junho (atingindo um título de terror da New Line Cinema) ou julho (lançando o novo filme “Space Jam” com LeBron James).

O longa é dirigido por Patty Jenkins e acompanha a nova aventura de Diana Prince ao entrar em conflito com dois grandes inimigos, Maxwell Lord (Pedro Pascal) e a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig).

Leia Mais
Festival do Rio cancela sua edição de 2020